Audiência Pública em Comemoração ao Dia Municipal do Espiritismo

audiencia18_Abr_76

Na noite desta quarta-feira, 18, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realizou uma audiência pública, por iniciativa do mandato do vereador Valdemir Dias (PT), para celebrar o Dia Municipal do Espiritismo (18 de abril), instituído no calendário da cidade pela Lei Municipal Nº 2.139/2017.

Já na abertura da atividade o vereador proponente da audiência destacou a importância da Doutrina Espírita e suas consequências. “Uma doutrina que trouxe uma profunda repercussão no pensamento e na visão de vida de considerável parcela da humanidade”, apontou o parlamentar, lembrando que o Espiritismo está codificado em cinco obras de autoria de Allan Kardec: O Livros dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese.

O Livro dos Espíritos foi publicado, pela primeira vez, em 1857. Segundo a professora Abigail Guimarães, aquele século ficou conhecido como o do materialismo. “Foi exatamente naquele século que nós vimos emergir as ideias, ou ganhar força e expressão, em todos os recantos do mundo, as concepções materialistas. E foi exatamente nesse momento em que essas ideias se propagavam que do alto veio o socorro na forma do Livro dos Espíritos”, explicou.  Ela representou, na audiência, os divulgadores da doutrina. Abigail frisou que hoje se comemora 161 de luzes e esclarecimento, “do intercambio, inegável, dos dois planos da vida”. A professora afirmou que é um alento, nesses tempos sombrios, ter a doutrina espírita que esclarece consolando.

Representando a direção da União Espírita de Vitória da Conquista, Eneias Trindade disse ser uma honra para a União Espirita acompanhar essa homenagem ao Espiritismo. Trindade ressaltou que o espírito de Emmanuel, em psicografia de Chico Xavier, explicita o objetivo da Doutrina Espírita: “O Espiritismo é, acima de tudo, o processo libertador das consciências”. Para ele, cabe a cada um dar a celeridade que deseja para seus compromissos para com a evolução espiritual.

O coordenador do Conselho Regional Espírita 10, Cléber Flores, agradeceu a presença de todos para a celebração dos 161 anos do Livro dos Espíritos, um norte para os pensamentos e atitudes dos humanos. Segundo ele, a doutrina espírita traz para todos sentimentos de paz e amor fraterno, inspirações do mestre Jesus.

A psicóloga e diretora da Federação Espírita do Estado da Bahia, Dra. Nádia Matos, proferiu uma palestra com o tema: O Livro dos Espíritos e o Progresso da Sociedade. No decorrer da palestra, ela apontou como a obra de Kardec influencia a humanidade. “O lançamento do Livro dos Espíritos foi um marco de extrema relevância. Para nós espíritas, a partir do que aprendemos no Livro dos Espíritos é fundamental conhecer quem somos. Nós somos espíritos imortais. Não somos circunstâncias materiais”, disse ela.

Dra. Nádia destacou ainda que, por ser uma obra divina, os espíritos herdam de Deus a imortalidade e a possibilidade de seguir evoluindo. “Como filhos de Deus, nós avançamos na senda evolutiva e a cada experiência, oportunidade bem aproveitada, nós crescemos, avançamos e nos aproximamos mais do Pai, que é Deus”, detalhou.

Fonte: http://www.camaravc.com.br/v01/release/camara-realiza-audiencia-publica-para-celebrar-dia-municipal-do-espiritismo

 

Publicar um comentário

Reserve o seu bilhetes